VIVEIRO DE MUDAS DA PREFEITURA MUNICIPAL – URANDI - BAHIA

Sexta, 16 de Junho de 2017

Sec. Municipal de Meio Ambiente

O local está recebendo telas e nova adequação para aumentar a produção de mudas. “O nosso objetivo é produzir mudas da vegetação nativa da caatinga e algumas frutíferas para distribuir com a população e afim da recuperação de áreas degradadas”.

Novas tecnologias de reprodução de mudas por estacas através de hormônio vegetal para estourar raízes onde uma parte fica submersa em água, está sendo desenvolvidas no Canteiro de Mudas da PMU.

O viveiro de mudas da Prefeitura de Urandi, já produz diversos tipos de mudas como: Oití, (Licania tomentosa), Flamboiam (nome Científico Flamboyant), Ipê-roxo (Handroanthus impetiginosus), Nome Vulgar: Crotalária (Nome científico: Crotalária ochroleuca), Nome vulgar: Aroeirinha: (científico: urdus Amaurochalinus), Nome popular: pinha, (Nome científico: Ata Annona squamosa), L. Nome popular: Palmeira imperial (Nome científico: Roystonea oleracea), Nome Popular: None (Nome científico: Morinda citrifolia), Nome Popular: Pau Brasil (Nome científico: Caesalpinia echinata), Nome Popular: manga espada (Nome científico: Mangifera indica L) Nome Popular: Maracujá (Nome científico: Passiflora edulis), Nome Popular: Mamão (Nome científico: Carica papaya), Nome popular: Pau ferro, (Nome científico: Caesalpinia ferrea variedade leiostachya), Nome popular: jatobá (Nome científico: Hymenaea stigonocarpa Mart), Nome Popular: Amêndoa (Nome Científico: (amygdalus communis), Nomes Populares: Pingo-de-ouro, (Duranta), Nomes populares: Palmeira-de-tâmara, Fênix-de-tâmara (Nome Científico: Phoenix roebelenii ) e outras.

O processo histórico de ocupação das regiões do município de Urandi, promoveu durante décadas o desmatamento de grandes áreas naturais, ocasionando a redução da biodiversidade local bem como a redução da qualidade e da quantidade das águas dos mananciais existentes nessas regiões. Para reverter esse processo, algumas ações já estão em andamento, como é o caso do ”Projeto de Educação Ambiental” que vem contribuindo com a recuperação das matas ciliares do Rio Verde Pequeno e outros mananciais. Com o propósito de otimizar essas ações a Secretaria de Meio Ambiente, desenvolveu um programa que visa implementar e  melhorar o funcionamento  do  viveiro de mudas  localizado  em Urandi. Esse viveiro foi criado pela prefeitura municipal e vem recebendo apoio da Secretaria de Meio Ambiente, Escolas municipais, Associações Ribeirinhas, onde exercem importante função na recomposição das matas ciliares e na recuperação e manutenção das formações florestais existentes na região do Rio Verde Pequeno.

Um viveiro de mudas é uma ferramenta de grande importância dentro de um processo de recuperação florestal, pois além de servir como célula reprodutora das espécies vegetais nativas, também funciona como mecanismo didático-pedagógico, tanto nas atividades escolares como no auxílio de práticas conservacionistas orientadas pela ação da educação ambiental.





Últimas Notícias